Saltar para conteúdo




* * * * *

Google e marcas de automóveis anunciam aliança

carro android nvidia 2014 alliance

A 6 de Janeiro, a Google anunciou uma parceria com quatro marcas de automóvel - Hyundai, General Motors (grupo que integra marcas como a Opel, a Chevrolet ou a Cadillac), Honda e Audi - e com a Nvidia, a conhecida empresa de componentes informáticos.



Imagem colocada


Esta parceria designa-se por Open Automotive Alliance e tem como objetivo trazer a experiência dos dispositivos Android para dentro dos nossos carros.

Segundo a página oficial do projeto, existem mais de um bilião de carros na estrada hoje em dia; no entanto, a ligação entre estes veículos e a nossa vida digital não é mais simples e perfeita, pretendendo a aliança resolver os problemas existentes e tornar a tecnologia no carro mais segura e mais intuitiva.

Ao desenharem uma plataforma comum, estas empresas tornam mais fácil a proliferação do sistema e a adaptação do mesmo a uma maior escala.

Com aplicações desenhadas para o sistema integrado do carro e os controlos presentes no mesmo, a experiência de condução torna-se, além de intuitiva e interativa, mais segura, porque se o carro fala connosco, não há necessidade daquelas espreitadelas perigosas ao smartphone.

Imagem colocada


E se o papel dos fabricantes de automóveis é providenciar a ligação de toda a tecnologia com a parte mecânica da condução, o papel da Nvidia prende-se com o fabrico de processadores cada vez mais potentes, como o mais recente Nvidia K1, que permitam tornar o carro cada vez mais inteligente e atento às suas redondezas.

A Google promete, ainda, que os primeiros carros com este sistema deverão chegar no final do ano de 2014 e apela à entrada de outros fabricantes nesta aliança para o futuro.

No entanto, há questões legais e de segurança relacionados com este avanço da tecnologia automóvel. Será que precisamos mesmo de estar ligados a toda a hora à Internet, até quando conduzimos? É certo que há aplicações que facilitam o processo de condução, mas há outras que pura e simplesmente nos distraem e aumentam a probabilidade de acidente.

Afinal de contas, não convém receber uma notificação de que o Flappy Bird voltou enquanto atravessamos um perigoso cruzamento.

Fonte: Official Android Blog, xda-developers
  • mjoq e JVS gosta disto


2 Comentários

Mas para não se tirar as mãos do volante, no caso do Flappy Bird como basta um botão podem adaptar o pedal do acelerador para fazer o pássaro voar... ou porque não uma suspensão hidráulica activa que ponha o carro também a saltar em sincronismo :P

 

Eu prefiro 1000 vezes o Android num carro que os sistemas fechados que vêm de origem e ficam ultrapassados em 3 meses ficando à mercê do fabricante sem actualizações dos mapas do GPS ou com actualizações pagas a peso de ouro..

 

O ideal era os fabricantes unirem-se e criarem um standard para encaixar um tablet ou smartphone com um API de comunicação com o carro (sensores, etc) e quando fosse preciso uma actualização radical era só trocar o tablet.

 

Mas se tiver que vir mesmo de origem com algum sistema, que seja Android, pois sempre é de código aberto para melhor integração e a comunidade de developers poder fazer aplicações sem compromissos.

 

 

  • Citar

ou Entrar